domingo, 16 de outubro de 2016

À ESCOLA DE OBREIROS





Desde 57, a igreja se reveste
Todo ano, fazendo antes planos
Durante um ano inteiro
Afiando as armas celestes
Para melhor trabalho seu;
E vão aprendendo
As profecias de Deus.


De todo o estado
Seja Agreste, Sertão ou Litoral,
O grande arraial dos santos vem
Aprender com os mestres, que têm
Ensinos preciosos,
E lembrando o que esqueceu
Vão ensinando as profecias de Deus.


Os irmãos da capital
No afã de aprender,
Se desprendem de forma tal
Afim de enriquecer
O ministério que Deus lhe deu;
E vão aprendendo
As profecias de Deus.


Como os profetas antigamente
Tinham prática e teoria,
Esses obreiros, nesses dias,
Afinam suas mentes
Achando a pérola que perdeu
E vao aprendendo
As profecias de Deus.



Aprendem apologia, homilética,
Hermenêutica, e exegese;
no conhecimento crescem
Pois é preciso a Palavra saber.
Os que ensinam combatem os fariseus
E outros mestres vão preparando,
E vão ensinando as profecias de Deus.


Entao a igreja vai melhorando
Se fortalecendo
Qual corpo saudável de Cristo
Por causa do compromisso
De quem ama as doutrinas do Céu;
A graça vai descendo
E assim vão aprendendo as profecias de Deus.



Em toda a semana
Do Espírito a chama
Acende fogos apagados
E o evangelho é mostrado
Com mais afinco, e aviva quem feneceu;
E, assim, vão sempre aprendendo
As profecias de Deus!